Back to Top

Informações aos Pais

Aqui, você, pai ou responsável legal, poderá encontrar informações importantes sobre como os Jogos Online podem contribuir positivamente para o crescimento de seu filho. Também aprenderá como tornar o hábito de disputar partidas no universo online, uma experiência sempre construtiva no desenvolvimento de seu filho.

O que são jogos online?

Jogo exclusivamente Online

Isso quer dizer que, diferente da maioria, os jogos da Global Games só podem ser jogados via internet. Para isso, é necessário que o computador, no qual o jogo será instalado, tenha conexão estável com a internet.

Apesar de ser instalado no computador, os jogos possuem partidas disputadas nos servidores da Global Games, por milhares de jogadores do Brasil e do mundo, o que proporciona uma troca de informações e conhecimento constante entre eles. Isso torna a experiência muito mais divertida e ampla, o que contribui decisivamente para o desenvolvimento do jogador. Este conceito de comunidade motiva a criança/adolescente a fazer novas amizades e a interagir em tempo real com milhares de pessoas e, ao mesmo tempo, aprender novos conceitos, fazendo amizades com todas as partes do mundo.

Objetivo do Jogo

Este é outro aspecto que difere nossos jogos da maioria. O jogador não tem um objetivo definido, pois não se trata de uma história linear. A pessoa tem a liberdade para escolher o que fazer e quando fazer, desde a profissão que irá escolher quando estiver experiência, até enfrentar monstros, participar de eventos como caçadas e buscas, conversar, formar grupos, comercializar itens, etc. Cabe apenas ao jogador decidir o destino de seu personagem. Os jogos não tem fim e o mesmo vive em uma comunidade virtual sem limites de descobertas.

A quem o jogo é direcionado

Pessoas de todos os sexos e de qualquer idade. O começo dos jogos pode parecer um pouco complicado para quem não está acostumado com o gênero e com a mecânica. Para facilitar a vida de novos aventureiros, foi criado um Guia para todos os jogos, encontrado no website de cada jogo, no qual estão detalhadas todas as informações para começar as aventuras neste novo universo.

Os jogos podem ajudar no desenvolvimento da Criança/Adolescente?

Jogos Online desenvolvem alguns aspectos importantes da personalidade da criança e do adolescente. Veja abaixo:

Conceito de Comunidade

Pelo fato dos jogos serem disputados em um ambiente online com milhares de pessoas, dividindo o mesmo espaço simultaneamente, o jogador nunca estará sozinho. Dentro do ambiente de jogo é constante o relacionamento com outras pessoas do mundo inteiro e a formação de grupos e clãs em prol de um objetivo comum.
Esta nova possibilidade transforma a experiência de jogo que antes era isolada e unilateral (jogador/máquina) em um contato interpessoal, que gera o conceito de comunidade. Não são poucos os casos em que este contato interpessoal dentro do jogo passa para o âmbito real. Diversas pessoas que se conheceram em nossos Jogos Online, acabam estendendo seu ciclo de amizades e relacionamentos para o mundo real.

Desenvoltura

É praticamente impossível jogar sozinho. Para aproveitar todas as possibilidades, é necessário que o jogador interaja com outras pessoas. Para que isso aconteça, é de suma importância que a criança/adolescente tenha a iniciativa de começar uma conversa ou negociação em troca de informações, ou simplesmente para fazer um novo aliado.

Este fator desenvolve o lado comunicativo da personalidade da criança/adolescente que, quanto mais joga, mais descobre o quanto é essencial fazer amizades e para atingir seus objetivos e tornar a experiência de jogo mais divertida, conceito que também pode ser aplicado na vida real.

Adaptação as Regras que regem o Bem estar da comunidade

Devido ao fato do jogador comandar um personagem dentro de uma comunidade virtual, ele está sujeito às regras que regem este universo e que contribuem para mantê-lo em equilíbrio. Todos deverão conhecer as leis que regem os jogos e as regras de conduta que devem ser seguidas para que seja possível criar um ambiente ideal a todos. Caso estas regras não sejam cumpridas, os infratores estarão sujeitos à punições previstas e que estão divulgadas nas Regras de Conduta, disponíveis nos sites oficiais de cada jogo. Desta forma, a criança/adolescente passa a desenvolver sua história dentro do jogo em um sistema regido por regras, aprendendo desde cedo a importância de que elas têm na manutenção do bem estar neste ambiente comum.

Leitura

Para participar das aventuras, O jogador precisa exercitar a leitura para aprender a lidar da melhor forma possível com todos os desafios que os jogos lhes apresentam. Estas informações são passadas tanto no próprio ambiente do jogo como nos sites, visto que este último é uma referência sobre os jogos, e que devido a isso, deve ser visitado regularmente pelos jogadores. São mais de 100 páginas de informações.

Criatividade

Todo o conceito de nossos jogos é baseado na mitologia medieval, o que por si só traz um cenário de lendas e muita criatividade. Além disso, o uso da imaginação é constante ao longo de todo o jogo, visto que é necessário muitas vezes que a pessoa interprete seu personagem para viver suas aventuras e sair de enrascadas. A todo momento é necessário a elaboração de estratégias para enfrentar novos monstros.

Conceitos Básicos de Economia

Nossos jogos possuem uma movimentada economia. Diariamente são negociados milhares de itens entre os jogadores e NPCs (conceito dado aos robôs do jogo que vendem itens, mercadorias e auxiliam em missões como condutores) que compram, vendem e trocam usando a moeda corrente dos jogos: os CPs, Diamantes e EPs como unidade financeira ou mesmo outros itens e moedas que, assim como na vida real, tem valor estimado na moeda principal. Por ser tão dinâmica, a cada dia os preços de todos os bens negociados dentro do jogo variam de acordo com a lei econômica básica de “Oferta e Procura”. Isso faz com que a criança/adolescente procure os melhores locais para a compra e negocie o valor que quer pagar, exatamente da mesma forma que fazemos no mundo real quando compramos um bem de consumo qualquer. Este tipo de raciocínio é uma constante durante todo o jogo e desenvolve conceitos básicos de Economia que serão úteis e amplamente utilizados durante toda a vida do jogador.

Jogar faz mal?

Nossos jogos possuem uma movimentada economia. Diariamente são negociados milhares de itens entre os jogadores e NPCs (conceito dado aos robôs do jogo que vendem itens, mercadorias e auxiliam em missões como condutores) que compram, vendem e trocam usando a moeda corrente dos jogos: os CPs, Diamantes e EPs como unidade financeira ou mesmo outros itens e moedas que, assim como na vida real, tem valor estimado na moeda principal. Por ser tão dinâmica, a cada dia os preços de todos os bens negociados dentro do jogo variam de acordo com a lei econômica básica de “Oferta e Procura”. Isso faz com que a criança/adolescente procure os melhores locais para a compra e negocie o valor que quer pagar, exatamente da mesma forma que fazemos no mundo real quando compramos um bem de consumo qualquer. Este tipo de raciocínio é uma constante durante todo o jogo e desenvolve conceitos básicos de Economia que serão úteis e amplamente utilizados durante toda a vida do jogador.

Como fazer do hábito de jogar, uma experiência saudável.

Como já diz o conhecimento popular, tudo em excesso faz mal. Até mesmo o passatempo preferido de seu filho. É um hábito que muitas vezes leva a criança ou adolescente a ficar um período prolongado em frente ao computador. Por isso, algumas regras são muito importantes para que você possa melhorar a experiência de seu filho e torna-la mais saudável possível. Fique atento às regras abaixo:

  • Sempre tirar de 10 a 15 minutos de descanso para cada duas horas jogadas.
    Pode tomar um lanche na cozinha, fazer alguma coisa em outro cômodo da casa ou até mesmo fazer exercícios de alongamento e relaxamento dos braços, punhos, mãos e coluna.
  • É muito importante intercalar as horas jogadas com exercícios físicos.
    Com hábitos diários equilibrados, seu filho poderá ter uma vida mais saudável e, ao mesmo tempo, se divertir com seu passatempo preferido.
  • Ajuste a cadeira. O encosto, assento e apoio lombar precisam ser independentemente ajustáveis.
  • Oriente para que a criança sente com a coluna ereta. Mantenha os cotovelos sempre apoiados à mesa.
  • Não deixe a criança ficar com os pés pendurados na cadeira. Os pés precisam de apoio, seja com um caixote, um banquinho ou almofadas.
  • O monitor precisa estar na linha horizontal de visão da criança. Ajuste a altura do monitor, ou a altura da cadeira.
  • O mouse deve ser instalado sobre uma bandeja ao lado do teclado, para evitar a necessidade de constantemente esticar o braço para alcançá-lo.
  • Os punhos devem ficar em uma posição que não force os nervos, levemente inclinados para baixo.
  • Atente também para a iluminação do ambiente, de modo que a criança não se esforce muito para focar os objetos na tela.
  • Na ocorrência de sinais e sintomas de lesões causadas pelo uso do computador, recomenda-se que a criança seja afastada do computador por alguns dias. Caso nenhum tipo de melhora seja notado, o ideal é procurar um pediatra reumatologista para o acompanhamento do caso.
  • Para o caso de tendinites decorrentes de esforços repetitivos ou postura incorreta, recomenda-se que a criança passe por um tratamento completo com um especialista, visto que, em casos extremos, a lesão pode evoluir para um quadro mais complexo, o que pode ocasionar até mesmo uma ruptura de tendão.

É importante ressaltar que, qualquer atividade que perdurar por muito tempo, seja esportes ou estudos, sobrecarregará determinadas partes do corpo e causará os mesmos problemas.

Equipe Global Games.